Como é o teste para diagnosticar o Coronavírus?

Médico infectologista com amostra de teste do Coronavírus

Dentre os testes de coronavírus que existem, o que mais se tem credibilidade de acerto é o RT-PCR, que utiliza a biologia molecular. Nesse exame, é levada ao laboratório uma amostra de secreção nasal e da garganta do paciente para buscar minuciosamente o material genético do Sars-Cov-2.

Quanto tempo leva para sair o resultado?

Se caso não houver fila, todo esse processo demora cerca de oito horas. Porém como a demanda está grande nos hospitais, a capacidade produtiva dos laboratórios está menor.

Existem também os testes rápidos, que também são feitos a partir de secreção nasal e de garganta ou sangue. Estes ficam prontos bem mais rápido: entre 10 e 30 minutos, os quais o Ministério da Saúde recentemente anunciou o recebimento de 8 milhões destes tipo de exames.

Entretanto, estes exames, apesar de ágeis, não são tão confiáveis. Ao contrário do exame principal que é o RT-PCR, eles medem a quantidade de dois anticorpos que o organismo produz quando entra em contato com um invasor.

São estes: o IgG e o IgM. O IgM é produzido na fase intensa da infecção, enquanto que o IgG pode aparecer só mais tarde.

Além do mais, é preciso que haja uma quantidade mínima dessas moléculas circulando pelo corpo para dar um resultado positivo. Assim, em algumas situações, este exame pode não detectar a presença do Covid-19. 

Faz-se recomendado pelo Ministério da Saúde que os testes rápidos não sejam usados como único parâmetro de diagnóstico e somente profissionais especializados devem fazê-los.

Quem é o responsável por produzir os testes rápidos?

Atualmente existem oito marcas de testes rápidos validadas no Brasil, entretanto, várias outras estão em fase de avaliação, com prioridade.

Um dos dilemas enfrentados é que a maioria dos produtos aprovados são vindos da China e Coreia, ou com matérias-primas desses países. 

Vendo esta realidade, o governo entende que é melhor preservar os kits que temos aqui no Brasil para quem realmente precisa ser testado, em especial quando o número de casos de Covid-19 no Brasil crescer ainda mais.

Os planos de saúde cobrem os exames de coronavírus?

Sim, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu que as operadores de saúde devem assim, cobrir o exame de detecção do novo Coronavírus (Covid-19), já noticiamos essa media em nosso blog e você pode conferir aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *