DASS-21: Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse

Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse – Saiba mais sobre o DASS-21. O questionário DASS-21

O questionário DASS-21 (Depression, Anxiety and Stress Scale) é um teste que mede os níveis de depressão, ansiedade e stress.

O DASS-21, desenvolvido pelo PhD Peter Lovibond, da University of New South Wales, na Austrália.

O teste possui capacidade de mensurar simultaneamente e então distinguir a depressão, a ansiedade e o estresse.

O questionário DASS-21 foi respondido por mais de meio milhão de brasileiros via internet no site da Vittude.

As respostas coletadas entre outubro de 2016 e abril de 2019 revelaram como resultado que 86% dos respondentes vivem com algum transtorno mental.

O propósito principal do teste DASS-21 é avaliar a severidade dos sintomas da depressão, ansiedade e estresse.

Essa informação pode auxiliar na identificação da gravidade dos sintomas do paciente como por exemplo para o acompanhamento de respostas no decorrer do tratamento psicológico.

Blog banner

Sobre o Teste DASS-21

O questionário é composto por 21 perguntas cujas respostas são classificadas em uma escala Likert (comumente usada para pesquisas de comportamento e opinião) de quatro pontos (0-3).

Teste de Depressão, Ansiedade e Estresse – Saiba mais sobre o DASS-21. O questionário DASS-21

Ou seja, o teste considera sensações e sentimentos vivenciados pelas pessoas nos sete dias antecedentes à sua realização.

Em suma, o teste de depressão, ansiedade e stress analisa as experiências pessoais, pensamentos e estilo de vida do respondente.

Com essa informação em mãos, a pessoa pode procurar ajuda e começar a fazer mudanças para mudar sua vida, por exemplo.

O teste foi desenvolvido por pesquisadores da Universidade de New South Wales na Austrália.

Traduzido e adaptado para o Brasil por Rose Claudia Batistelli Vingola da UNIFESP (Universidade Federal de São Paulo), campus de Santos.

Entretanto, ressalta-se que o DASS-21 não é um instrumento de avaliação psicológica regulamentada pelo CFP (Conselho Federal de Psicologia).

O teste deve ser usado apenas para fins de informação, não de avaliação.

Características Dos Marcadores Em Cada Escala DASS-21

1. Escala De Depressão

  • Auto-depreciativo
  • Desanimado, sombrio, azul
  • Convencido de que a vida não tem significado ou valor
  • Pessimista sobre o futuro
  • Incapaz de experimentar prazer ou satisfação
  • Incapaz de se interessar ou se envolver
  • Lento, sem iniciativa

2. Escala De Ansiedade

  • Apreensivo, em pânico
  • Tremor, instável
  • Ciente da secura da boca, dificuldades respiratórias, batimento cardíaco, suor nas palmas das mãos
  • Preocupado com o desempenho e possível perda de controle

3. Escala de estresse

  • Excitado, tenso
  • Incapaz de relaxar
  • Sensível, facilmente chateado
  • Irritável
  • Facilmente assustado
  • Nervoso, nervoso, inquieto
  • Intolerante à interrupção ou atraso

Tendências Referentes Aos Transtornos No Teste Dass-21

Como mencionado anteriormente, o DASS-21 revelou que 86% das pessoas que responderam o teste têm algum transtorno mental.

Deste percentual, 63% apresentam ansiedade extremamente severa, seguido por depressão extremamente severa (59%) e stress extremamente severo (37%).

Então vale lembrar que um transtorno não exclui o outro, sendo possível ter um, dois ou até mesmo três transtornos simultâneos.

Além disso, conforme a metodologia do teste, a escala para medir a severidade de cada transtorno possui pontuação de 0 a 42, sendo está a pontuação máxima.

De acordo com os resultados, a ansiedade extremamente severa obteve a maior pontuação dentro da escala. 

Para chegar a esta conclusão, foram consideradas algumas características específicas de cada um dos transtornos experimentadas pelos respondentes.

Na escala do teste da depressão, estão incluídas características como a desesperança, autodepreciação, desvalorização da vida e falta de interesse, por exemplo.

Na escala da ansiedade, os fatores são reações dos músculos esqueléticos, ansiedade situacional, excitação autonômica, e a experiência subjetiva de cada pessoa.

Por fim, a escala do estresse apresenta fatores como dificuldade para relaxar, irritabilidade, impaciência, facilidade para se perturbar, entre outros.

Esses sintomas não são doenças, mas, sim, indicativos que podem auxiliar no diagnóstico.

Apenas um psicólogo ou médico psiquiatra estão aptos a fazer uma avaliação completa.

Certamente o teste de depressão não deve ser utilizado sozinho.

É recomendado discutir o resultado com o profissional para ter um diagnóstico conclusivo.

Leia também: Depressão e ansiedade atendimento no plano de saúde

Resultado Do Teste Dass-21: Tendências Entre Os Respondentes

O perfil dos respondentes aponta ser de alguém com ligeira consciência ou suspeita de sua condição atual.

Ou seja, pessoas que possuem um ou mais sintomas dos três transtornos e buscam ajuda ou respostas para aliviar dúvidas sobre seus estados emocionais.

Portanto, é habitual recorrerem a um teste de depressão, ansiedade e estresse para ter uma percepção mais concreta de seus sentimentos e pensamentos.

Dos respondentes maiores de dezoito anos, 26% apenas estudam e 21% trabalham e estudam.

Já dos respondentes menores de idade, 85% apenas estudam.

Ou seja, no total são 54% das pessoas de ambas as faixas etárias estão inseridas no ambiente acadêmico ou no escolar.

É possível concluir, portanto, que esses ambientes, de alguma forma ou de outra, impactam a saúde mental dos respondentes.

Outra tendência revelada pelos resultados do questionário são as respostas noturnas.

É comum que pessoas à procura de ajuda sofram com distúrbios do sono, como a insônia.

Por isso, o período noturno apresentou maiores horários de pico.

O teste obteve o maior número de respostas entre às 23 horas e às quatro horas da manhã.

Conclusão

Em suma, a dificuldade para se adaptar a um mundo em constante mudança, lidar com frustração e o excesso de informações contraditórias oriundas dos veículos de comunicação, e baixa autoestima parece ser a raiz do desconforto experimentado pelas pessoas, independente da faixa etária.

Então esses fatores contribuem para o desenvolvimento de sintomas que podem estar relacionados a algum transtorno mental.

Elementos externos, como o desemprego, a pobreza e o estilo de vida acelerado, principalmente nas metrópoles, também são agravantes.

O Brasil é, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o país com maior número de pessoas com transtorno de ansiedade no mundo.

Frequentemente, 9,3% dos brasileiros vivenciam sintomas da ansiedade. Já a depressão afeta 5,8% da população.

Neste contexto, se faz necessário, então, utilizar ferramentas para ajudar na prevenção e no tratamento de possíveis transtornos.

O teste de depressão pode ajudar a identificar estados emocionais atípicos e incentivar a busca por tratamento psicológico, mas não substitui diagnóstico.

Uma avaliação como o DASS-21 é uma medida objetiva, confiável e clara de como as pessoas estão se sentindo.

Ou seja, o teste fornece um ponto de partida e aponta a direção correta a seguir.

A partir desta descoberta, é fundamental contar com a orientação de um profissional experiente para ajudar na jornada para a saúde mental.

Procure um consultor para mais informações sobre planos de saúde, carências e coberturas. Clique Aqui!

Banner simule um plano de saúde