Pai e filha se divertem

Dia Mundial de Combate ao Câncer: Prevenções e mudança de hábitos

Lembrado anualmente em 4 de fevereiro, o dia mundial do combate ao câncer é o símbolo de uma união de todos contra esta doença que arranca a felicidade de inúmeras famílias ao redor do mundo. Em nosso país somente no ano de 2016, foram detectados mais de 500 mil novos casos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Adotar hábitos mais saudáveis são essenciais

O número exorbitante de casos da doença no Brasil alerta para o quão é importante a mudança de maus hábitos no estilo de vida que ajudam a desenvolver esta doença, para adotar uma dieta saudável e praticar exercícios físicos regularmente.

Frutas, legumes, verduras e cereais integrais, por exemplo, são alimentos que ajudam na prevenção do câncer, quando incluídos em uma dieta variada e equilibrada. Assim como a prática de exercícios físicos, seja fazendo caminhadas ou aulas de dança, trocando o elevador pelas escadas ou mesmo cuidando da casa ou do jardim.

Um fator primordial na prevenção do câncer: parar de fumar. 

O fumo libera mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas no organismo e isso faz com esse hábito seja um fator de risco para o câncer na cavidade oral, laringe, faringe, esôfago e mama. O consumo de bebidas alcoólicas, em qualquer quantidade, aumenta o risco de desenvolver câncer. Se você misturar bebidas com cigarro, as chances de o câncer aparecer são maiores ainda. 

As mulheres devem ter cuidados especiais para prevenir o câncer.

Para elas, valem alguns cuidados a mais na prevenção de cânceres ginecológicos, que são mais comuns que os outros casos:

Câncer de mama – Para reduzir o risco de desenvolver, é importante manter hábitos saudáveis: fazer exercícios regularmente, ter uma dieta equilibrada, evitar bebidas alcoólicas e cigarro e fugir dos quilos a mais, em especial depois da menopausa.

A maternidade também protege contra esse tumor se a mulher tiver filhos antes dos 35 anos de idade e amamentá-los.

O diagnóstico precoce também é essencial, já que aumenta consideravelmente as chances de cura. Para isso, é recomendável que a mulher se consulte regularmente com seu ginecologista e esteja atenta a qualquer alteração nas mamas. Além disso, mulheres acima dos 40 anos devem realizar a mamografia anualmente.

Câncer de ovário – exemplos de práticas que podem ser usadas, desde que com orientação e indicação médica, são o uso de anticoncepcionais orais e as cirurgias ginecológicas (laqueadura tubária e histerectomia).

Câncer de colo de útero – a vacinação de meninas de 9 a 13 anos contra o HPV e a realização periódica do exame Papanicolau são as estratégias mais indicadas para esse caso.

A conscientização nos torna mais forte

Nós da Dws agência de seguros, não só reconhecemos a importância desta data para alertar a população sobre os impactos devastadores da doença, como também nos posicionamos a favor desta causa. 

A união de forças é um passo fundamental para mobilizar a sociedade em relação aos esforços no combate ao câncer. Através da união de todos em torno de objetivos comuns, conseguimos estimular ações em praticamente todas as áreas, progredindo cada vez mais para atingir os objetivos da Declaração Mundial contra o Câncer. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *