Como contribuir para aposentadoria com a previdência privada

aposentadoria com previdência privada
Ter disciplina para poupar e investir é um objetivo comum. Entenda por que contribuir para sua aposentadoria com previdência privada.

Ter mais disciplina para poupar e investir é um objetivo comum no mundo todo, e, invariavelmente, o tema contribuir para a aposentadoria com a previdência privada ganha relevância.

Se preparar para o futuro é sempre a melhor solução, entretanto, se comprometer com um investimento de longuíssimo prazo é uma decisão difícil que envolvem diversos fatores pessoais e econômicos.

Neste artigo você vai entender por que você deve contribuir para sua aposentadoria com previdência privada se quiser ter um futuro mais tranquilo.

Gastos com previdência social já ultrapassam o de saúde, educação e segurança juntas

Números do Governo Federal projetam que os gastos com a previdência social deve ser três vezes maior do que os previstos para segurança, saúde e educação. O Poder Executivo, em documento enviado ao Congresso, destaca que a previdência social custou em 2018, R$767,8 bilhões aos cofres públicos.

Para se ter uma noção do custo da previdência social, os gastos em educação, saúde e segurança no mesmo ano somaram R$228 bilhões, um terço do que custou a previdência, os dados são da Consultoria de Orçamento da Câmara dos Deputados.

Não é de hoje que o valor exorbitante demandado pelo sistema preocupa, a reforma na previdência vem sendo pauta nos últimos anos e cedo ou tarde ela precisará ser reformulada.

Você deve alinhar previdência privada ao desenvolvimento profissional

Diante fatores como um ambiente de instabilidade econômica, a perspectiva de vida cada vez maior da população mundial e a ocorrência de mudanças frequentes na previdência social, é importante ter atenção especial para planos de previdência privada que possam ajudar a garantir boas condições de vida e bem-estar.

É comum subestimar o custo de vida na aposentadoria, também é importante considerar o fato de que os aposentados costumam receber uma renda de aproximadamente 61% do ultimo salário na ativa, ou seja, uma redução significativa no orçamento familiar, por isso surge a necessidade de se possuir alternativas além da previdência social.

Quanto mais cedo uma pessoa adotar um plano de previdência privada, menos ela gastará por mês, com mais chances de obter uma renda que possa atender às suas necessidades futuras.

Pesquisa mostra que ser aposentado é mais caro do que aparenta

Uma pesquisa a nível global, realizada pela Schroders, grande empresa de gestão de recursos, demonstrou que a maioria das pessoas subestima o custo de vida na aposentadoria.

De acordo com o estudo, as despesas essenciais como alimentação e pagamentos de contas consomem cerca de 49% da renda dos aposentados, porém, os entrevistados que ainda trabalham estimam que gastarão apenas 34% de sua renda com isso, já no Brasil, a estimativa é ainda mais otimista, os entrevistados brasileiros acreditam que gastarão apenas 23% de sua aposentadoria com tais gastos.

A pesquisa também apontou um dado alarmante, cerca de 15% dos aposentados atualmente tem alguma dificuldade financeira e precisam de alguma ajuda externa pra complementar sua renda.

Como já dissemos anteriormente, na média aposentados costumam receber uma renda de aproximadamente 61% do ultimo salário na ativa, porém, segundo especialistas, esse é um percentual baixo, estima-se que para manter o padrão de vida, costuma-se gastar em torno de 75% do ultimo salário

É possível garantir uma aposentadoria confortável com a previdência privada?

Já está evidente que o sistema precisa ser reformulado, porém o comportamento do brasileiro em relação ao futuro financeiro também precisa mudar, é necessário que criemos uma mentalidade de fazer reservas de investimento durante nossa vida produtiva para que possamos nos manter financeiramente no futuro.

Boa parte desse problema pode ser resolvido com simples mudanças no nosso comportamento, é necessário pensar na aposentadoria como uma forma de cuidar de nós mesmos, de investir no nosso futuro.

Veja também: VGBL ou PGBL? Qual o mais indicado para mim?

Quando começar a investir na aposentadoria com previdência privada?

Não existe uma idade correta para iniciar nesse tipo de investimento, mas o quanto antes se iniciar será melhor, visto que a reserva acumulada lá na frente será significativamente maior e exigirá menos esforço, já que as aplicações serão diluídas ao longo do tempo.

Vale lembrar que esse tipo de investimento é 100% seguro e regulamentado pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP)

Quanto devo aplicar?

Existem planos que o investimento mensal é de apenas R$ 100,00, porém, um fato interessante é que esse valor não precisa ser fixo, ele pode aumentar de acordo com a renda do investidor, portanto, ao longo da vida torna-se interessante aumentar gradativamente as contribuições mensais.

Outro ponto importante nesse tipo de investimento são os “aportes”, ou seja, uma contribuição que pode ser realizada a qualquer momento, no valor que for desejado. Aportes são significativos principalmente quando o investimento começou mais tardiamente, eles ajudam a incrementar a renda futura.

Pode ser interessante por exemplo aproveitar parte dos rendimentos extras como décimo terceiro para realizar esses aportes.

Foque no ganho e não nas despesas

É comum pensar na contribuição mensal para previdência como um “dinheiro desperdiçado”, e isso não é verdade, precisamos alterar essa concepção.

No lugar de encarar a contribuição como um gasto, é necessário pensar que estamos fazendo um investimento para o futuro, dessa forma, é possível até aumentar a quantidade sempre que possível.

Mentalize a aposentadoria

Pensar no nosso futuro é uma boa forma de nos motivarmos, tente imaginar o que você gostaria de fazer quando se aposentar, trace metas como por exemplo, onde pretende morar e que tipo de lazer você gostaria de ter. Vislumbrar um estilo de vida no futuro pode ser bem motivador para se começar a poupar e investir o mais cedo possível.

Previdência privada só serve para aposentadoria?

Apesar de ser o grande foco desse tipo de investimento e ser comum o pensamento de que planos de previdência privada servem apenas como um complemento da aposentadoria, no entanto, as vantagens proporcionadas por esse tipo de investimento vão muito além.

Veja também: Previdência infantil: invista no futuro dos seus filhos

A previdência privada é um investimento que visa assegurar o futuro do investidor, seja ele uma renda extra na aposentadoria, ou projetos pessoais como custear a faculdade dos filhos ou a compra de um imóvel por exemplo.

Relacionados

Simule seu plano de saúde!

Uma ferramenta prática e rápida, em menos de 2 minutos veja todos os planos que atendem na sua região com características, valores e diferenciais.