Diferença entre Seguro Saúde e Plano de Saúde

A princípio, temos que saber que com novas enfermidades e pandemias surgindo, a preocupação dos brasileiros com a saúde vem se tornando prioridade nos últimos anos e a contratação de Seguro saúde e Plano de saúde tem sido o principal tópico na mente de cada brasileiro. Pois, cada um procura se proteger de alguma forma.

Dessa maneira, surgem as dúvidas a respeito de que serviço contratar, qual o produto é mais adequado a sua necessidade e o seu bolso.

Simule aqui sua cotação de plano de saúde em menos de 1 minuto!

Nesse artigo, além de abordarmos a diferença entre seguro saúde e plano de saúde, traremos para você também nesse sentido, qual opção se encaixa melhor em sua necessidade.

Diferenciando seguro saúde e plano de saúde

Seguro saúde e plano de saúde

Então, qual a diferença entre seguro saúde e plano de saúde? Ambos possuem pois, a mesma finalidade: oferecer assistência médica e hospitalar aos seus clientes.

Sobre o plano de saúde 

É o serviço oferecido por uma empresa privada que envolve uma rede de atendimentos com médicos, laboratórios, fisioterapeutas, psicólogos, bem como, outros serviços.

Cada empresa tem sua própria rede de atendimentos, variando bastante assim, em relação à cobertura e abrangência. Além disso, empresas maiores geralmente oferecem um serviço de melhor qualidade e com cobertura mais ampliada.

Os planos de saúde são oferecidos em algumas modalidades, incluindo:

Individual: plano sob medida para uma pessoa. 

Familiar: é contratado para atender uma família toda, podendo assim, ser incluídos o casal, os filhos, pais e mães dos contratantes.  

Coletivo por adesão: geralmente contratado por sindicatos e associações de classes profissionais, sendo oferecido aos contribuintes.

Empresarial: contratado por uma empresa pública ou privada para assistir seus colaboradores. Sendo assim, este formato pode ser adquirido por pequenas, médias ou grandes empresas, geralmente a partir de 3 vidas.

É importante ficar atento ao que seu plano cobre, em que estabelecimentos, durante que período, bem como em que localidades do Brasil. Pois, eles devem cobrir:

Consultas, exames e tratamentos

É definido pela ANS uma lista de consultas, exames e tratamentos, denominada Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que os planos de saúde são obrigados a oferecer, conforme cada tipo de plano de saúde, sendo eles ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico.

Hospitais, laboratórios e médicos

Existem dois pontos principais sobre a rede de hospitais, laboratórios e médicos conveniados ao seu plano.

O primeiro ponto é que não são todos os planos que têm direito à internação hospitalar. Pois, os planos que dão direito à internação hospitalar são os de tipo hospitalar com obstetrícia, hospitalar sem obstetrícia ou plano referência. 

O segundo ponto é sobre a rede credenciada que seu plano cobre. É importante avaliar assim, quais são os hospitais, laboratórios e médicos que você terá direito. 

Em que regiões do país seu plano poderá ser utilizado

Fique atento à área geográfica de cobertura do seu plano. Ela pode ser: nacional, estadual, grupo de estados, municípios e grupo de municípios.

Sobre o seguro saúde

Ao contrário dos planos de saúde, que possuem profissionais cadastrados em sua rede, o seguro de saúde deixa o beneficiado livre para escolher seu médico, seu laboratório, entre outros serviços.

O que difere o plano de saúde do seguro saúde é que o seguro tem como objetivo reembolsar o cliente por despesas médicas com consultas, cirurgias, exames clínicos, tratamentos diversos e internações realizadas, sendo que estes serviços ficam por livre escolha do segurado. 

É importante saber que este reembolso deve ser feito em todas as categorias, de acordo com o plano escolhido.

Atualmente, algumas seguradoras disponibilizam pequenas redes de médicos e colaboradores recomendados. Nestes casos, o pagamento é feito diretamente ao prestador pela seguradora.

No caso do seguro saúde, o cliente paga uma mensalidade que é chamada de “prêmio” e funciona da seguinte maneira: todos os segurados pagantes garantem assim, a assistência uns dos outros mediante o pagamento do prêmio. 

Cada mensalidade equivale, em partes, ao risco do custo dos tratamentos de cada segurado. Funciona, mais ou menos, como uma “cooperativa” de saúde.

No seguro de saúde você vai:

Esperar menos: Como o segurado tem acesso aos serviços e clínicas particulares, o atendimento costuma ser bem mais ágil, sem aquelas horas de espera.

Liberdade para escolher: O segurado pode escolher o médico, clínica, laboratório ou serviço para ser atendido, não dependendo assim, de uma rede fixa de opções. 

Mais exclusividade: De acordo com as normas da ANS, os seguros de saúde são constituídos por diferentes módulos de coberturas, o que faz com que o usuário tenha um serviço de cobertura totalmente ajustado às suas necessidades.

Qual a melhor escolha para mim?

Seguro saúde e plano de saúde

Para fazer essa escolha é preciso que você, em primeiro lugar, faça uma avaliação com cuidado de suas necessidades e costumes.

Assim, o próximo passo é fazer uma pesquisa, que deve considerar os seguintes aspectos:

1- Idoneidade da operadora do serviço

Independentemente do serviço que você for escolher, é necessário pesquisar a forma que esta operadora presta o serviço, ou seja, sua idoneidade. Além disso, busque no site da ANS se ela está devidamente cadastrada, e regulamentada. 

2- Opinião dos consumidores

Conhecer a opinião dos usuários é essencial! Acesse as redes sociais da companhia de saúde e veja o que os consumidores têm a dizer.

Procure por questões como: A empresa atende bem seus clientes? A rede credenciada é ampla? O reembolso, quando for o caso, é feito de forma rápida?

Por fim, tendo essas informações, você estará mais seguro em contratar o serviço de saúde.

3- Observe os tipos de cobertura oferecidos

De forma geral, eles podem ser caracterizados como: plano completo ou referência, plano básico ou ambulatorial, cobertura hospitalar sem ou com obstetrícia e cobertura odontológica. Além disso, é muito importante se informar em quais situações você poderá contar com a assistência em saúde..

4- Analise com cuidado os prazos as carências

Planos de saúde e seguro saúde possuem prazos de carência diferentes. Nesse sentido, é preciso que você analise com cuidado suas necessidades. Dessa forma, vai escolher o serviço com os prazos mais adequados para seus anseios.

5- Analise qual a abrangência de cobertura

Vale a pena considerar a contratação de um plano de saúde, se este oferecer uma abrangência que atende às suas necessidades. 

Contudo, vale a pena considerar a contratação de um seguro saúde se você não deseja ficar preso a uma lista de profissionais e locais credenciados. 

Se você observar todos esses pontos facilitará muito a sua vida para decidir qual opção contratar

Agora que você já sabe a diferença entre ambos os serviços, o que acha de visitar o nosso simulador de planos de saúde e fazer uma cotação em apenas 1 minuto?

O que achou deste conteúdo? Deixe seu comentário. Seu Feedback é muito importante.

Conteúdo atualizado dia 02/07/2020, por Smith Mathias

3 Comments

  1. Dorgival Gomes da Silva

    Estou aguardando uma resposta, pois solicitei os valores do plano e não recebi nada

    1. Virgilyo Pinheiro

      Prezado Senhor Dorgival, um de nossos consultores estará entrando em contato com o senhor, agradecemos a sua mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *