Carência em planos de saúde: Tudo o que você precisa saber

Carência DWS

Veja no artigo de hoje o que é o período de carência e porque ele é tão importante!

Contratar um plano de saúde é sem dúvida um dos momentos mais importantes que nós temos ao longo da vida, afinal, nós estamos lidando com a segurança de nossa família ou colaboradores e por isso sempre buscamos escolher a melhor opção do mercado.

Entretanto durante essa busca é comum que a maioria das pessoas tenham que lidar com o famoso período de carência e justamente aqui que a maioria das dúvidas surgem.

“Afinal de contas, o período de carência em um plano de saúde é obrigatório?”

Responderemos essas e outras questões no artigo de hoje.

Pensando nisso nós da DWS desenvolvemos também um artigo completo que vai te ajudar a sanar todas as dúvidas que você pode ter sobre o tema!

Veja também: Tudo sobre coparticipação em planos de saúde

O que é o período de carência?

O período de carência é basicamente o tempo em que a operadora de saúde precisa para garantir o bom funcionamento do serviço como um todo. Ele acontece quando o usuário ainda não possui a disponibilidade dos serviços contratados (mesmo após o pagamento).

Contudo, diferente do que a “sabedoria popular” diz, a carência é sim necessária, principalmente em casos mais urgentes. Afinal de contas é com ele que a sua operadora consegue entregar o serviço contratado com qualidade. 

Além disso, esse período também é utilizado pela operadora para diminuir possíveis fraudes na contratação dos planos, caso contrário seria “comum” ver casos onde o cliente fez todos os procedimentos necessários logo na primeira semana de pagamento do plano e depois resolve pedir o cancelamento.

Ou seja, o indivíduo poderia realizar inúmeros procedimentos caros e cancelar, custando muito dinheiro para a operadora contratada.

Vale a pena ressaltar que todos os prazos de carência também são aprovados e regulamentados pela ANS (agência nacional de saúde), então pode ficar tranquilo.

A qualidade no atendimento também está 100% ligada ao período de carência, pois a operadora precisa primeiro reservar um certo número de vagas para que todos tenham acesso aos benefícios. 

Quais são os principais prazos de carência para planos de saúde?

O prazo em si é determinado de maneira exclusiva pela operadora contratada e modelo do plano adquirido, contudo a ANS é quem regula o limite máximo dos prazos.

Veja abaixo quais são os prazos para planos empresariais:

  • 24 horas para urgência e emergência
  • 30 dias para consultas e exames simples
  • 6 meses (180 dias) para exames complexos
  • 180 dias para procedimentos complexos
  • 180 dias para internação e cirurgia
  • 300 dias para parto

Lembre-se que os prazos acima são o limite máximo por lei da ANS. Muito provavelmente a sua operadora irá te passar prazos menores.

Geralmente em planos individuais e familiares a carência é quase obrigatória entre os planos, porém para os empresários a coisa muda um pouco de figura.

Se a sua empresa tem até 29 colaboradores a carência pode sim existir, mas caso você tenha 30 funcionários ou mais o período de carência será zero para todos os procedimentos e colaboradores da empresa (incluindo também os sócios).

*Veja também o nosso vídeo sobre carência em planos de saúde:

O que devo fazer se contratei um plano e preciso ser atendido (se o caso for crônico)?

Em casos de doenças ou até mesmo lesões que vieram antes da contratação do plano será preciso primeiro entrar em contato com a sua operadora de saúde. A ANS garante uma cobertura parcial temporária até o mesmo cumprir dois anos de carência.

Ou seja, você vai conseguir usufruir dos tratamentos ou procedimentos relacionados à doença, mas somente a ela. Os prazos de carência dos demais serviços devem ser respeitados.

O mesmo também vale para os colaboradores da sua empresa! Por isso é de extrema importância que eles sejam sinceros na hora de preencher a papelada.

Meu filho recém-nascido deve cumprir o prazo de carência?

Se o plano escolhido cobrir obstetrícia o seu filho pode sim ser incluído como um dependente sem a necessidade de cumprir com o prazo de carência (lembrando que a sua inscrição deve ser de no máximo 30 dias após o nascimento). 

Se eu atrasar o pagamento do meu plano, a carência será recontada?

Não. 

Para os planos individuais e familiares a recontagem da carência é proibida (quando é por causa do atraso de pagamento).

E quando eu precisar renovar o meu plano?

O primeiro passo é sempre verificar qual o tipo de contrato foi feito com a operadora de saúde. Geralmente contratos de até 1 ano de permanência mínima são renovados automaticamente.

A ANS também possui uma resolução normativa (438/2018) que determina que a portabilidade pode ser disponibilizada para aquele que cumprir um período mínimo de 2 anos de contrato (para clientes que precisam mudar de operadora ou de plano).

Também foi determinado por lei que caso haja falta de leitos para pacientes com cobertura ambulatorial o mesmo deverá ser levado para acomodações superiores (tendo um upgrade), além disso a operadora terá que arcar com todas as despesas.

A cobrança de taxas em contratos individuais também foi proibida.

Como escolher uma boa operadora?

Escolher um bom plano de saúde é uma obrigação para boa parte dos empresários.

Afinal de contas, a sua equipe tende a trabalhar de maneira muito mais eficiente quando sabe que o líder preza por sua saúde, garantindo o cuidado com eles e suas famílias.

Por esse e outros motivos nós da DWS corretora consideramos cada um de nossos clientes como parte da família, sempre oferecendo o melhor atendimento e serviço, afinal de contas, a segurança vem em primeiro lugar!

Conheça hoje mesmo os melhores planos e condições para a sua empresa! Clique aqui e acesse o nosso simulador 100% online e gratuito!

2 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *